quinta-feira, fevereiro 26, 2009

Verões felizes

Ainda é possível havê-los, nesse espírito antigo sempre actualizado, nas adolescências que tropeçam depois de já termos sido adultos e cumprido uma série de requisitos. Felizes mas sem certezas dos próximos tempos. Não sendo nada seguro, o conforto do presente restabelece dos conflitos anteriores e transporta-nos para dentro.

Sem comentários: