quinta-feira, abril 21, 2011

reconhecimentos

Em qualquer ponto do globo que mergulhemos no mar, perseguem-nos as sensações de infância. São ensinamentos que só ele permite. Por exemplo: penso na diferença de uma pedrinha que afunda e um barco de quatro toneladas que fica à superfície. Apenas uma forma, o equilíbrio da base.

Sem comentários: